Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Sou...


Sou feita de vento,
Lampejos de ternura,
Preenchida com sentimentos,
Incorporada no seio dessa terra,
Carregando vidas,
Me tornando poetisa.
Sucinta por natureza,
Retirando do imaginado sua leveza,
Abrindo portas de mistérios,
Transpondo os portais do inferno,
Ao céu num rasante vôo,
Ouvindo anjos em coro,
Voltando á tão conturbada terra,
Numa vida humana que me espera,
Abraçando a ternura do imaginado,
Ao encalço de sonhos alados,
Moldando seres em palavras,
Apenas vistos por mim, sem serem abstratos,
E é assim que me sinto,
Metade livre,
Metade presa nesse recinto,
Feita de tantas vidas,
Transformando-me em plena poesia.

Raquel Luiza da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário