Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

domingo, 11 de abril de 2010

O amor...


O amor...
Vem devagazinho,
Abrindo caminhos,
Cegando convicções,
Transpondo emoções,
E quando se percebe toma o coração feito terrível febre,
E sua cura estará nos braços de quem o merece,
E ai, se torna calmo,
Mágico,
Incalculável,
E se pensa que tem o mundo nas palmas das mãos,
Conquistando todas as vertentes da razão,
E o coração feito bobo á bater por um olhar,
Descobrindo em si a maior arte,
A arte de amar.

Raquel Luiza da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário