Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

quinta-feira, 4 de março de 2010

Vaidade



Ele chegou numa noite de verão, pediu licença, não foi como os outros que vieram avassaladores, tinha pretensões de me tocar o coração, não o corpo como os outros, me olhou nos olhos e não os contornos corpóreos como os outros, me chamou de minha flor, não de minha gata como os outros...Ai eu me apaixonei, quis conhecer o mundo em um dia, quis ser melhor, ser diferente...Mudei a cor do cabelo, fiz regime, mudei as sobrancelhas, botei unhas postiças, comprei roupas novas,o batom era vermelho igual ao “daquela” atriz da novela das oito, calcei sapatos de salto, 400 ml de silicone nos seios, aumentei os lábios, botox no rosto todo, lipoaspiração total... Ele me olhou nos olhos, não da mesma forma de redescoberta que me olhava todas as manhãs e disse:
_Vou-me embora, você é tão... Comum.
E foi como todos os outros... Ai eu percebi que ele me amara por aquilo que eu era e eu havia mudado me tornando igual ha tantas, pura vaidade e pouco conteúdo.

RAQUEL LUIZA DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário