Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

sexta-feira, 26 de março de 2010

Amor ou desejo?


Quem poderá dizer ao coração o que é real ou não?
Calam-se bocas de cegas palavras diante do que não lhe é imaginado,
E o coração toma formas, de rastejantes desejos ou sonhos alados,
Corpos num Éden desejado,
Paraíso de pecados,
Será o céu lugar de almas que nunca amaram?
E segue o humano, em busca do divino,
Emprestado pelos anjos no que nunca será visto,
Caídos de um céu,
Em lençóis de seda carmesim,
De corpos impregnados de desejos em si,
O que seria amor ou pura atração?
Corpos que se desejam num sempre que dura até o raiar do dia,
Ou corpos que sempre se pertencerão até o final da vida?
E o que é desejo ou amor, segue em nós com fervor,
Caminhando para um controverso paraíso,
Que se divide em duas partes,
O do mero e cego desejo ou o do puro eterno amor.

Raquel Luiza da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário