Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

quarta-feira, 3 de março de 2010

Amiga.


Regela-me a alma ao saber que não mais regressarás e que no meu coração, único porto no qual procuravas abrigo não mais ancorarás e que ao partir levastes consigo muito de mim.

Serei eternamente metade tua, apenas metade só, pois não me permitirás comtemplar-te, teus sonhos á outra pertenciam e em meu mar apenas buscavas calmaria após a tempestade de teus sentimentos aflorar.

Vai te, nunca saberás o que sinto, nunca ouvirás da minha boca o que meu coração chora em silêncio nas noites em que te desejo, nem mesmo verás em meu rosto a sombra da tristeza que me cobre a alma...

Vai te, ela te espera com os braços abertos, é por ela que suspiras, é por ela que vives, não saberás do meu amor, não saberás tão pouco da minha dor, dor esta que é só minha...

Vai te antes que eu chore, antes que me caia a máscara e revele o que não posso... Amigo não pares no caminho para que eu não me sinta sozinha, ela te espera, enquanto eu continuarei aqui sendo apenas sua amiga.

RAQUEL LUIZA DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário