Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

terça-feira, 27 de outubro de 2009

O segredo.


Hoje tou meio assim, sem saber de mim,

Meio largada, meio sem nada,

Com vontade de tomar um sorvete de vento,

Dormir no relento,

Olhar a chuva cair em pleno sol á pino,

Deixar os minutos correrem sozinhos,

Hoje quero deixar...

Tudo em seu lugar,

Nada de trazer o que passou para o lado de cá,

E então hoje é dia de querer,

Ser, ter, poder,

Numa digestão de memórias,

Rolar nas páginas da história,

Observando o breu lá fora,

Porque é isso o dia de amanhã,

O breu que chega com cheiro de maçã,

E só quero um pouco de paz,

Coisa que se quiser a gente faz,

Pedir á Deus um pouco mais de tempo,

Para achar antídoto para tanto tormento,

Então, hoje eu quero,

Só querer,

De forma tal,

E de tal forma,

Que não vou ter nem poder,

Tudo de uma só vez,

Então quero respirar devagar e contar até três,

Para decobrir que o segredo da felicidade,

É deixar que ela chegue de surpresa,

Sem tornâ-la prisioneira de nossas vontades.



Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário