Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Ninguém vence o tempo.


O tabuleiro de xadrez sobre a mesa,uma nova mancha de café na camisa, era assim que o tempo passava para o Zé, sempre sentado embaixo da árvore da praça, quando tinha um parceiro se sentia o máximo derrotando-o, quando não, ficava horas e horas movendo as peças tentando vencer á si mesmo, e assim o tempo passava...

E de tanto jogar sozinho o Zé descobriu uma coisa...Havia envelhecido sem conseguir vencer á si mesmoe nem ao tempo, depois disso parou de jogar sentindo-se derrotado por completo.


Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário