Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

domingo, 27 de junho de 2010

Que tempo é hoje?


Me disseram que tempo é hoje,
Tempo de coisas mortas,
De sonhos esquecidos atrás da porta,
Do calor compartilhado e não retido,
De palavras não ditas ou simplesmente esquecidas,
De abraçar para despedir e não para retribuir,
E que tempo é hoje?
De coisas mortas enquanto tudo vive,
De ver a vida em seu eminente declive,
E tudo isso depende apenas de um olhar,
De como enxergamos tudo o que há,
Hoje pode ser tempo de realização,
Abraços com o intuito de doação,
Dizer que ama sem aparente razão,
E que tempo é hoje?
Diga-me tu que fazes parte desse tempo,
Se ele será de paz ou apenas de tormentos.

Raquel Luiza da Silva

2 comentários:

  1. Desculpa mas ja fui entrando ,adorei seu blog ,virei mais vezes ,ja te estou a seguir.
    Bj boa semana

    ResponderExcluir
  2. Não tem que se desculpar, seja bem vinda!
    Obrigada por acompanhar-me.
    Boa semana p/ vc também!

    ResponderExcluir