Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Falar de mim.


Tenho ainda um pouco de tempo para falar de mim,
Olhar as fotos sobre a estante e lembrar de momentos, de instantes,
Respirar o ar que ainda é puro por aqui,
Apreciar pequenos detalhes que em minha distração não percebi,
Um pássaro canta, trazendo lembranças,
Tanta coisa que perdi quando deixei de sentir,
Sentir a essência da vida que floresce em mim,
Tão simples e indelével,
Imperceptível ao meu ser insensível,
E aos poucos trago a tona,
Os traços a muito apagados,
De um ser que deixou de tudo sentir,
Quando desaprendeu a arte de sorrir.

Raquel Luiza da Silva.

Um comentário:

  1. A melancolia, a tristeza parecem que lhe preenchem...dizer o quê? viva cada fase intensamente. Poema bonito.

    ResponderExcluir