Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Marcas do tempo.



Voou para longe carregando tanta coisa,
Tanta gente...
Tantas lembranças...
Tantos sonhos...
Tantas esperanças...
E eu não o vi passar, de tão preocupada que estava em o esperar,
E vivi assim, esperando que ele viesse,
Vestido em suas roupas de velho,
Ou nos trapos das coisas que carrego,
Talvez tivesse um ar severo,
Ou marcas em si de tão eterno,
E eu queria ver o tempo...
Dizer-lhe que fosse rápido ou devagar de acordo com que me vinha de dentro,
E ele não veio como eu esperava,
Apontando ao longe na estrada,
Mas me olhei no espelho e descobri,
O tempo esteve aqui,
Quando percebi suas marcas em mim.

Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário