Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

A criação do poeta




A luz trêmula da vela iluminava lhe parcialmente o rosto, as mãos percorriam aquele corpo pálido de mulher dando lhe vida e aos poucos cor, os lábios se entreabriam e somente sussurravam doces palavras de paixão, com os olhos ela lhe pedia que a tomasse nos braços e ele... Ele apenas a observava e moldava o corpo e quando julgou que já estava perfeita depositou a caneta no tinteiro, apagou a vela e a sua amada adormeceu presa á folha de papel em forma de doces versos num poema de amor.


Raquel luiza da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário