Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

....

Se minha poesia for capaz de calar minha consciência,
Se minha poesia for capaz de submeter-me á cegueira,
Se minha poesia for capaz de enganar-me á cerca do mundo,
Se minha poesia mutilar meus objetivos...
Eu renuncio á minha poesia.
Porque ela será viva, na alma de um ser humano morto.

Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário