Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Camuflável.


Não se deixe iludir quando seus olhos tocarem a superfície de um rosto,
Deixe que eles vislumbrem a beleza oculta que não se revela em um corpo,
Tantos foram os que se deixaram levar,
Que se perderam na imensidão de um invisível mar,
Seduzidos pela beleza palpável,
Tão lógica, tão nítida, porém camuflável,
E os olhos por vezes se perdem sem razão,
Na beleza a qual não pode tocar o coração,
E se tornam vazios quando o interior se revela,
Tão cheio de defeitos, tão falso, em novela,
E os olhos nem sempre são capazes de desvendar, o que a beleza de um rosto consegue ocultar.

Raquel Luiza da Silva.

2 comentários:

  1. Que o novo venha de cara nova e real sem artificios e que nunca deixemos de ver o que os olhos nem sempre conseguem.

    ResponderExcluir