Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Hoje não, por favor...


Hoje não, por favor,
Não me incomode com seu desamor,
Com sua falta de fé, de esperança...
Quero ficar no meu canto,
Ouvir aquela canção que falava de um amor eterno,
De coisas que foram e ficaram na saudade,
Não me incomode com a rigidez de suas palavras,
Nem com seus gestos bruscos,
Por favor, feche a janela, não quero ver o dia cinza,
Não quero sentir o frio que regela.
Não me olhe com essa cara de poucos amigos!
Hoje estou de bem comigo,
Devia também tentar,
Não é fácil, mas vale a pena...
Pena que não tenho tempo a perder com a amargura dos dias atuais,
Tenho que me apresar, pois o tempo consome a nós simples mortais,
E é por isso que estou assim,
De bem com essa vida,
De bem com esse mundo,
Suspirando por algo que nem sei,
E você...
Deveria emprestar a esse mundo um pouco mais de amor,
Não me olhe com essa cara...
Hoje não, por favor...

Raquel Luiza da Silva.

2 comentários: