Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Melodia.









Há um som ritmado em cada palavra,
Talvez um coração que bate,
Talvez uma lágrima que rola,
Talvez uma alma que implora...
Eu não sei dizer ao certo o que ouço,
Até mesmo o que sinto desafia-me,
Talvez sentimentos em busca de alforria...
Não sei se os conheço a fundo,
Se estão soltos,
Se estão presos em tantos mundos,
Se são meus...
Dos outros...
De mim...
De todos...
Sons que misturam-se,
Encontram-se casualmente,
Versam,
Rimam,
E não desafinam,
Vão-se embora,
Adormecem,
Renascem,
E feito poeira desfazem-se...
E o ritmado som não sei a quem toca,
Se a mim,
Se a ti,
Pertinente incógnita,
Coração humano,
Alma transparente,
E faz-se melodia...
Ditam-se rimas,
Se é tua canção,
Por favor, tape-me os ouvidos da razão.


Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário