Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

domingo, 15 de abril de 2012

Cadente.




Hoje vou olhar para o céu e contar as estrelas,
Conterei toda minha revolta reprimida,
Calarei todas as minhas perguntas sem respostas...
Não desafiarei o estúpido silêncio de palavras mortas...
Uma estrela,
Tantos segredos...
Talvez eu acredite em desejos,
Faça um áquela ali, que será cadente um dia,
Tão doce decaída nessa terra,
Fria terra,
De gigantes adormecidos,
De homens sem corações de meninos,
Talvez eu acredite em desejos,
Talvez eu faça um...
Estrela...
Apenas não perturbe-me,
Apenas não tire de mim esse momento,
Tão cadente...
Tão mutável...
Tão... Passado tempo...


Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário