Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

quinta-feira, 10 de março de 2011

Heróis


Vou errando por ai,
Fazendo malabarismo com as coisas sérias,
Deixando de lado essa sombra,
Essa vida de miséria,
Já me vi destituindo reinos,
Lutando contra gigantes...
E o que restou de mim nessas paragens distantes?
Era só história,
Notícia sem foco,
Transformando em ouro o que toco,
E aquela dor não era minha,
Escondida na mochila,
Era um pouco de sal,
Era um pouco de rima,
As feridas não eram marcas de lutas,
Nem tão pouco sobre a pele a maquilagem,
Me disseram que os heróis deviam ter sua própria tatuagem,
E não era de mentira meus sonhos,
A insensatez de meus planos,
Talvez fosse uma busca,
Ou apenas mudança de conduta,
E então eu descobri que os heróis de fato existiam,
Que era apenas uma questão ludibriosa vê-los na TV,
Bastava apenas me ver,
Sem couraça,
Sem capa,
Sem nada,
Eu estava no time de tantos outros heróis,
Do tipo que já o eram por tentarem viver,
E então me senti assim, meio desconcertada,
Porque sabia que não pensava errado,
Podia ficar e terminar mais uma história,
Mas acabaram se as rimas e tenho que salvar um mundo,
Mundinho de coisas minhas.

Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário