Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

sábado, 30 de outubro de 2010

Simplesmente Amor.


Podes dar-me dar um segundo?
Apenas um segundo...
Para que me olhes nos olhos,
Para que me sintas,
Talvez tenha se perdido em turbilhões de sentimentos,
Em pensamentos inquietantes,
Então, apenas um minuto será o suficiente para que me sintas de forma completa,
Resumindo minha falta em sua vida no apenas girar dos ponteiros do velho relógio,
No mínimo correr do tempo,
Apenas um minuto para sanar a carência que tens de mim,
Deixe-me adentrar em teu coração,
Talvez faça um grande estrago, talvez seja tão doce quanto da ultima vez que nos cruzamos,
Apenas um minuto para revolucionar, criar ou simplesmente deixar as coisas como estão...
Apenas quero que me olhes nos olhos e dê-me um minuto...
E eu dir-te-ei o que fazer em todas as horas de tua vida,
Abraçando cada espaço de teu corpo,
Cada suspiro de tua alma,
E então, deixarei que partas comigo,
Cheio de mim,
Em mim,
Eu em ti,
Deixe-me vedar as arestas ainda abertas pelos últimos momentos,
Os vãos deixados ao acaso,
As feridas não cicatrizadas,
Estou dando-te a chance dada a todos os mortais,
Apenas porque nasço sempre que me perco ou que me perdem,
Porque dou-te a mim,
Dou-te a capacidade de me reinventar e novamente conquistar a tua felicidade,
Apenas...
Unicamente...
Simplesmente...
Porque eu sou o Amor.

Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário