Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Ao encontro do dia.



Não ficarei a espera de um novo dia...
Caminharei...
Sentirei o vento frio e namorarei os resquícios da noite,
Ainda há estrelas por adormecer,
A bela lua se apagará num estalar de dedos,
Mas enquanto ela me espreitar de sua sacada invisível...
Caminharei...
Sem pressa...
Sem medo...
Sem parada certa...
Apenas a enamorar-me dos resquícios da noite,
Deixando que o breu aos poucos, com o toque da intrépida luz do amanhecer resolva partir,
Então...
Voltarei para casa, após vislumbrar tamanha beleza,
De uma lua a despedir-se da terra,
De estrelas que se apagam como tímidos vaga-lumes...
Enquanto o majestoso sol, dispersa seus raios por toda parte...
E seguirei acompanhada do dia,
Esse dia que fui ao encontro, enquanto todos apenas o esperavam nascer.


Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário