Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

terça-feira, 10 de julho de 2012

Olá saudade...


Olá saudade, porque não partes logo e deixa-me em paz?
Eu sei...
Se fores, sentirei saudade de sentir saudade...
Serei um vazio profundo,
Um poço seco, sem final.
Uma alma vaga a vagar...
Um indigente no sinal.
Olá saudade, porque não ficas e doa menos?
Eu sei...
Talvez nunca aprendesse o significado da lágrima,
O frio do adeus,
O sentido de sábias palavras,
O tempo que corre, que maltrata.
Olá saudade, por favor fique e faça-me companhia,
Doce controvérsia vontade,
Desejo de sentir...


De sentir-te, saudade.

Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário