Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Mudando o mundo que sou eu.

Eu não quero ser nada mais além do que poesia na pele enrijecida e empoeirada dessa humanidade,
Embora, como tantos já desejei mudar o mundo,
Descobri que mais mudanças causo ao mundo quando tento mudar a mim mesma.


Raquel Luiza da Silva.

4 comentários:

  1. na verdade sobrinha cada vez que vai enfrentar uma onda sempre vem uma de volta por isso deixe que Dilma se mude, nem que seja de lugar e lhe dê uma chance. Um Abraço

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkk Ah tio, sua paixão pela Dilma me comove.

    ResponderExcluir
  3. Um texto muito interessante. Identifico-me plenamente com ele.

    beijo.

    ResponderExcluir
  4. Ainda bem Celso!
    Quem dera se todos se identificassem e descobrissem que ñ adianta pensar numa totalidade se ñ começarem por si próprios.

    ResponderExcluir