Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Nem sempre é o que parece ser.

Tempos fora da modernidade esse nosso...
Ainda pensam que poetas vivem apenas de amores, de dores, de palavras mortas...
Que são ouvidos surdos e bocas mudas ante os muros de concreto...
De tanta alma árida como deserto.
Poeta é humano em transe, rende-se por instantes,
Mas diante da realidade acorda, grita, fala...
Poeta é poesia,
É realista,
É gente,
Tem vida.
Poeta é o que falta nessa terra,
Mas também é o que sobra  nessa terra.
É tudo que pensarem ser,
Mas sobre tudo, é o que mais há de conflitante nesse mundo.


Raquel Luiza da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário