Translation language

Total de visualizações de página

Follow by Email

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Paraíso


Alva e terna vida a despontar no final do túnel,
Dizem que o tempo jamais passa por ali,
Os caminhos nunca têm fim,
Dizem que não se pode mais sair dali.

A beleza é nata,
Os sons são de perfeição,
Dizem que os anjos fazem a canção,
Não se lembram mais, apenas amor há nos corações.

A dor não pisa a grama verde,
Os corpos não sentem mais sede,
Dizem que se pode as estrelas tocar,
O sol é ameno ao brilhar.

O leão pasta com o cervo,
A criança a rastejar com a serpente,
Juntos todos os povos, toda a gente,
Dizem que a maldade é inexistente.

Ali estão os que partiram,
Os gritos da terra nunca mais ouviram,
A vida se resume em vários sorrisos,
Essa é a minha definição de Paraíso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário